Entendendo a Psicoterapia

A Psicoterapia é um método de tratamento, uma aplicação dos conhecimentos da Psicologia e da Psicopatologia na clínica psicológica.

A psicoterapia é uma possibilidade de entrar em contato com nós mesmos, com nossos sofrimentos, angústias e dificuldades e dessa forma, encontrarmos caminhos, respostas e formas de enfrentamento. Sendo assim, é um espaço de crescimento, amadurecimento e principalmente de mudança.



Existem alguns mitos e informações errôneas sobre esse tipo de atendimento, que muitas vezes confundem as pessoas. Vamos listar os principais:

  • O trabalho do psicólogo não é dar conselhos.
    Eles não estão ali para julgar o que é certou ou errado, ou para apontar o melhor caminho a seguir. A psicoterapia facilita no processo de autoconhecimento para que assim, possam mudar pensamentos, comportamentos ou formas de lidar com o mundo que estão sendo prejudiciais e que atrapalham a vida das pessoas.
  • A psicoterapia pode trabalhar com estratégias para lidar com um transtorno mental, como a depressão ou ansiedade, mas quando se trata de suas decisões pessoais de vida, ela atua apenas como facilitadora. Nesse sentido, com a psicoterapia as pessoas podem se tornam mais responsáveis e autoras de sua própria vida.
  • Você não precisa ser diagnosticado com um transtorno mental para fazer a terapia. Há diversas razões para fazer psicoterapia, como para lidar com questões de autoconhecimento, relacionais, profissionais, entre outras.
  • A psicoterapia não resolverá por si só todos os seus problemas de forma automática, pois se trata de um processo que necessita de participação e colaboração de quem procura ajuda. Épreciso estar disponível e aberto para o processo.

 

Rachel Montenegro é Psicóloga com mais de 12 anos de atuação em terapia individual, familiar e de casal. Mestre (stricto sensu) em Psicologia na Universidade Federal do Ceará – UFC/CE e Pós-graduada (lato sensu) em Terapia Familiar e de Casal na Pontifícia Universidade Católica – PUC/SP, com vivência em terapia familiar e políticas publicas na área da saúde mental, assistência social e direitos humanos.

Além disso é Autora do e-book Vozes femininas: Negociando sentidos (2016) e Co-autora do livro Família e Vulnerabilidade Social  (2015).

Marque sua consulta próximo ao metrô Campo Limpo ou metrô Santa Cruz.