Sindrome de Burnout Tratamento
5 (100%) 38 votes

Sindrome de Burnout Tratamento - A terapia é o melhor remédio

Sindrome de Burnout Tratamento: A Síndrome de Burnout é um problema grave, associado à rotina estressante e as muitas exigências profissionais. A síndrome de burnout, ou síndrome do esgotamento profissional, é um distúrbio psíquico descrito em 1974 por Freudenberger, um médico americano. O transtorno está registrado no Grupo V da CID-10 (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde).

Psicóloga Rachel Montenegro - Morumbi, Vila Andrade, Campo Limpo, Moema

O sintoma típico da síndrome de burnout é a sensação de esgotamento físico e emocional que se reflete em atitudes negativas, como ausências no trabalho, agressividade, isolamento, mudanças bruscas de humor, irritabilidade, dificuldade de concentração, lapsos de memória, ansiedade, depressão, pessimismo e baixa autoestima. Dor de cabeça, enxaqueca, cansaço, sudorese, palpitação, pressão alta, dores musculares, insônia, crises de asma, distúrbios gastrintestinais são manifestações físicas que podem estar associadas à síndrome.

Burnout MATA?

Sua principal característica é o estado de tensão emocional e estresse crônicos provocado por condições de trabalho físicas, emocionais e psicológicas desgastantes. A síndrome se manifesta especialmente em pessoas cuja profissão exige envolvimento interpessoal direto e intenso. Profissionais das áreas de educação, saúde, assistência social, recursos humanos, agentes penitenciários, bombeiros, policiais e mulheres que enfrentam dupla jornada correm risco maior de desenvolver o transtorno.

Amparo Familiar

Vanessa diz que a família é importantíssima no processo do tratamento. A psicóloga afirma que a Burnout é uma doença silenciosa e lenta, e que muitas vezes pode não manifestar expressivamente as mudanças de comportamento. Segundo ela, essas transformações podem ser imperceptíveis se não forem bem informados à respeito de alguns sinais dado pelos pacientes, como, palavras de desanimo, exclusão social, ansiedade, crises de choro, alterações cardíacas, dentre outras. A psicóloga deixou claro que para resultados efetivos é necessário antes de tudo disposição por parte do paciente. Ele precisa reconhecer que precisa de ajuda e que vai conseguir vencer esse processo. Precisa enfrentar as suas dores, falando nas sessões, suportar o tempo necessário para que ele consiga superar a doença" disse Vanessa. Segundo ela, a psicoterapia pode transformar o modo como a pessoa vê a vida, enxerga as dificuldades. "A psicoterapia ajuda a enfrentas as questões que levam a Burnout; mostra outros caminhos a percorrer" completou.

Como diferenciar a tristeza da Burnout

Saiba reconhecer os Sintomas de ansiedade

TUDO SOBRE Burnout: Sintomas, causas e tratamento (com Naruhodo) | Setembro Amarelo